Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

Cadeira de Balanço: Os Sofrimentos do Jovem Werther

by - 11:30 AM

"Perguntas se deves enviar-me os meus livros. Bom amigo, peço-te, pelo amor de Deus, que os mantenhas longe de mim! Não desejo mais ser conduzido, estimulado, excitado, pois meu coração, por si mesmo, já está suficientemente extasiado".


Os Sofrimentos do Jovem Werther
Goethe.




J.W.Goethe é muito conhecido por sua obra Fausto, mas seu nome não está apenas atrelado a este fato. Ele também é um dos grandes nomes da literatura romântica alemã com a obra “Os Sofrimentos do Jovem Werther”, mesmo não sendo aceito pela crítica.

Goethe desenvolve uma personagem tipicamente romântica, isto é, a razão do seu viver é o amor não correspondido. Werther é o jovem que irá se corresponder com seu amigo, compartilhando suas experiências e sentimentalidade. As cartas dão um tom de diário, devido a intimidade apresentada no texto e a ausência da presença de Wilhelm, o amigo em questão. Por alguns momentos podemos nos sentir o próprio Wilhelm.

Os sofrimentos do jovem se resumem basicamente ao fato de não conseguir estar com a mulher amada, a impossibilidade acontece por ela ser noiva de Alberto. Antes mesmo de ser apresentado a Carlota, Werther é alertado sobre a questão e que deveria tomar cuidado para não se envolver demais. Como previsto, exatamente o contrário acontece e Carlota vira a mulher desejada.

Werther então tentará fazer o possível para conviver com Carlota, mesmo tendo Alberto por perto. O noivo inicialmente aceita, o que não impede às várias divagações sobre a loucura humana, e as regras impostas por uma sociedade com Werther.

O livro não tem muito a oferecer de novidade, não para esse tempo. Um livro que certamente apresentou novidades, mas uma história nada atemporal e incrivelmente previsível. Talvez, a parte mais interessante esteja na possibilidade de ser Werther uma representação do próprio Goethe, se não em sua totalidade, pelo menos em alguns momentos e sofrimentos.

You May Also Like

2 comentários

  1. Não entendi o porquê nem gostei da ideia de aportuguesar os nomes dos personagens que são Werther, Albert e Charlotte.
    E lembro que Werther é homem e o substantivo "personagem" é comum de dois gêneros, portanto, deve-se dizer: o personagem.
    Obrigado pelo espaço.

    ReplyDelete
  2. Seu post é um pouco imediatista... tu ousas dizer que o livro não é atemporal? Li o livro e senti o desespero de Werther só pela leitura. Goethe fez algo que ninguém nunca alcançou, pôs o sentimento puro no papel. Entenda que o objetivo de Goethe não era criar dúvida sobre o final (porque ele é gritado desde o início do livro), mas Goethe levanta a questão do que levou Werther ao suicídio. O livro é do movimento "Sturm and Drang" e respeita a exaltação dos sentimentos do movimento, um movimento pioneiro na arte subjetiva do século XVIII... Goethe faz a obra de Meyer, Rowling ou Sparks parecer irrisória.

    ReplyDelete