Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

500 dias com Ela

by - 1:33 PM

O título do filme 500 dias com Ela ((500) days of Summer) pode ser um pouco desestimulante, principalmente para quem não tem muita paciência com comédias românticas de sessão da tarde. Ou, se você possui um nível mais alto de testosterona também terá dificuldades em comprar ingressos para esse filme. Bem, parece que seus criadores sabiam disso, já que, logo no início informam não ser esse um filme de comédia romântica.

Claro que, até você ouvir isso do narrador, lerá muitas sinopses que lhe remeterão a ideia contrária do narrador e afirmarão: você deverá se preparar para uma comédia romântica. A história: Guri que se apaixona por guria, assim, logo que seus olhos encontram com os belos olhos azuis dela (impossível não notar que são azuis, você sempre será lembrado disso). Aí, você já pode imaginar todo o resto da história.

O bacana de 500 dias com Ela é exatamente isso. Apesar de ser tão 'a mesma coisa que já vi em outro filme', não é nada igual 'ao outro filme'. O desenvolvimento do filme no formato não linear é ótimo para que você pense sobre a vida dos dois. Fica complicado saber se torce para ficarem juntos ou não. Mas, o roteiro bem amarrado poderá trazer algumas surpresas, outras, nem tanto.

Entre citações como 'A primeira noite de um homem (The Graduate)' e até 'Encantada (Enchanted)' o filme consegue mostrar um outro lado dos casais apaixonados. Sim, tenho que discordar da frase: 'Ele se apaixona. Ela não'. Ambos se apaixonam, porém, ela em uma intensidade diferente da dele.

Viver o 'amor' não é tarefa fácil. Por mais perfeito que ele pareça ser. Quem garante que de fato o é?! E, só porque não deu certo com você, não significa que não dará com outro. Ou, que o mundo está contra você. São algumas das discussões belamente abordadas por Tom e Summer. Alguns momentos são interessantes, como quando Tom mostra o que acontece na vida real e o que gostaria que fosse. Quem nunca teve desses momentos que atire a primeira pedra!

Marc Webb estreia no cinema trazendo uma bagagem especial de seu conhecido mundo musical (estamos falando de um experiente diretor de videos clipes). A trilha sonora tem uma participação especial, diria que o papel coadjuvante. Usada como desculpa para puxar assunto no elevador, para discutir relação e até sair dançando pela felicidade de uma noite bem sucedida; a música mostra sua importância.

Atuações sinceras, humor na medida, fotografia bem trabalhada - aplausos à parte na cena do trem - e, tomadas de câmera inteligentes que além de acompanhar sabiamente a não linearidade dos fatos são capazes de transformar imagens em verdadeiras obras primas - não ligue se você se pegar boquiaberto com o enquadramento em Tom quando este termina de pintar em sua lousa. Webb, de fato, tem jeito para a coisa, talvez, o cinema ganhe mais um bom diretor.

Informação importante, memorize antes de assistir o filme: Summer (Verão), Winter (Inverno), Autumn (Outono), Spring (Primavera).

You May Also Like

3 comentários

  1. Simone11:45 PM

    Puxa, concordo com tudo!!! É um filme que trata o encontro amoroso de forma muito real. Em diversos momentos, me identifiquei com os dois! É um filme imperdível.

    ReplyDelete
  2. Por causa do seu comentário me deu vontade de assistir ao filme! Vou conferir. Quanto ao seu blog, eu gostei muito. Tem uma leitura gostosa.Parabéns!

    Carolina também lê
    www.descompensando.blogspot.com

    ReplyDelete
  3. ENTAO..assisti esse filme aqui nos EUA...e em Ingles... o titulo ganha um duplo sentido: 200 days of Summer! pq o nome dela eh Summer! o engracado foi quando falei pro meu amigo que ia ver o filme: 200 dias de verao..e ele falou:"caramba...200 dias de calor ia ser um inferno!! kkkkk Bj Ca...

    ReplyDelete