Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

Reabertura do Theatro Municipal de São Paulo

by - 9:54 AM

Construído no século 20 e tendo como arquiteto responsável Ramos de Azevedo, o imponente Theatro Municipal de São Paulo dá um brilho especial a todos que descem na estação de metrô Anhangabaú e andam pelo centro da cidade.
André Abreu
Há três anos, no meio do processo de restauração, a beleza do Theatro foi apagada por alguns panos de proteção. A ausência de suas luzes deixava o lugar bem triste e nada agradável para passear.

A terceira reforma do Theatro Municipal é tida como a mais complexa e completa já feita. Os vitrais foram recuperados, as pinturas decorativas, refeitas, e os pilares, que antes estavam escondidos, foram encontrados. Além da restauração, o palco se modernizou: agora, ele conta com telão e um leitor de legendas.
André Abreu
A três meses de completar seu centenário, o Theatro Municipal reabriu com muita luz, brilho e música. A Orquestra Sinfônica Municipal, o Coral Lírico e o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo deram as boas-vindas.

Junto com eles, uma casa muito cheia, pessoas de todos os estilos, jovens fashions, senhoras glamurosas, um menininho vestido com smoking, flashes, sorrisos, pescoços espertos olhavam e admiravam o alto, o lado, embaixo. E não era para menos. A beleza estava em todos os lados, como em uma história de conto de fadas.

No café do Theatro Municipal, não apenas um café tinha valor acessível, a R$ 3, como a deliciosa oportunidade de sentar nas cadeiras dos irmãos Campana e, das mesinhas espelhadas, poder observar mais atentamente as pinturas do teto.
Carolina Teixeira
Já no salão de apresentação, uma das novidades mais visíveis é o forro das cadeiras: elas deixaram de ser verdes para dar lugar ao vermelho, um charme mais de acordo com a originalidade do lugar e que acompanha as demais cores.

Para a reabertura, mostrando as apresentações principais, o público viu a reforma do teatro em um clipe feito com música orquestrada, som dos martelos e afins e dos trabalhadores que colocaram a mão na massa. Um vídeo emocionante, aplaudido por toda a casa.

Abel Rocha, regente e diretor artístico do Theatro Municipal, foi o responsável pela noite. Ele parecia tão feliz como os paulistanos presentes naquele salão. Foi simpático com todos - plateia e músicos -, que irradiaram emoção nas batidas da batuta e dos pulos de Rocha. Uma apresentação de muita qualidade, que nos envolveu por completo.
André Abreu
Até o final do ano, serão mais de 30 concertos, espetáculos de dança nacionais e internacionais em cartaz. Ir até o Theatro Municipal é mais do que sentar para ver uma apresentação. É preciso ir mais cedo, porque tudo começa antes mesmo de se chegar ao palco. Certamente você vai querer aproveitar todos os detalhes que o prédio tem a oferecer.





You May Also Like

0 comentários