Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

Momentum de Jamie Cullum

by - 10:00 PM

Hoje foi o lançamento do álbum de Jamie Cullum. Momentum tem 15 deliciosas faixas e seis bônus com músicas do mesmo cd, mas ao vivo.


Eu já ouvi o cd mais de dez vezes, então ficará um pouco complicado ser imparcial em meu comentário sobre o novo cd de Cullum. Eu, sinceramente, amei. A razão...dinâmica perfeita, som de qualidade e letras empolgantes e apaixonantes. Mas não apenas aquele paixão 'boba', é algo mais VIDA! Isso, o cd de Cullum conseguiu transpirar vida.

É quase impossível não desejar sair pulando e cantando alto com as músicas "The Same Things" e "Everything You Didn't Do". Já "Anyway", "Momentum" e "Pure Imagination" ganham como aquelas baladas para se curtir pensando na vida ou dançar abraçadinho. "Save your soul" é o puro Jamie Cullum em seu piano, relembra bastante várias de suas músicas em seus álbuns anteriores. Muito jazz, com pegada de New Orleans em "When I Get Famous" e "Comes Love". E ainda uma paz com muitas cordas em "Get a Hold of Yourself".

O que não gostei... bem do rap em "Love for $ale", mas, eu não gosto mesmo desta ideia de rap, e a música ainda se misturou com batidinhas... Não me agradou muito, contudo, Jamie Cullum tem mostrado que o negócio dele é 'brincar com a música' e este é um dos bons motivos para se gostar de Cullum. Ele consegue surpreender em suas brincadeiras e Momentum está repleta delas.  

Jamie Cullum não é jazz ou pop, em sua página no Facebook muitos criticaram por ele ter perdido o jazz e ter lançado um cd muito pop, contudo vou discordar. Cullum pode ter começado como o jovem do jazz, mas certamente tem usado e investido todo o seu conhecimento musical, seja no jazz, blues, rap, pop, etc., para criar os seus ritmos e músicas sem perder a qualidade. E isso é o que realmente importa, qualidade!


A minha preferida blaster vencedora (sempre tem aquela que não se para de ouvir e certamente ficará muitas vezes no repeat) é "You're Not The Only One". Soa como um grito de guerra, inspira, transpira, anima. Me tocou profundamente! Abaixo um pedacinho de presente para vocês.





You May Also Like

0 comentários