Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

A chácara de Maria Antônia

by - 10:30 AM

Passear envolve descobertas porque, além de descansar, aprendemos muito, não só com o passeio em si, mas com tudo o que o envolve.

As ruas, por exemplo, carregam muitas histórias, em seus nomes, suas casas ou em seus asfaltos. Podem ser acontecimentos históricos marcantes, ou uma homenagem a uma personagem.

Em São Paulo, a Rua Maria Antônia, localizada próximo a Rua da Consolação e Avenida Higienópolis, é interessante pelas duas razões. Seu nome foi escolhido em homenagem a uma senhora da elite paulistana. Ali ficava sua chácara. Foi considerada uma das inauguradoras do bairro.

O tempo passou e Dona Maria vendeu seu pedaço de terra para a então Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atualmente, parte desta terra é uma rua que leva seu nome e se transformou no ponto de encontro de estudantes.

Mas nem sempre foi um ponto de encontro somente para diversão. No período de política rígida brasileira e transformações administrativas, os estudantes eram politizados, se envolviam e desejavam participar assiduamente dessas mudanças. Quando direita e esquerda se encontravam, as discussões iam além da conversa de bar.

A Rua Maria Antônia conta muito desses comportamentos. Suas ruas e calçadas eram utilizadas por estudantes da direita (Mackenzie) e da esquerda (USP) - curioso que os prédios ficam em lados opostos da rua. Um dia, as brigas foram além de ovos jogados. Pedras, pauladas e outras armas possíveis fizeram parte da discussão destes alunos. Começou ali, mas não terminou ali. A polícia foi acionada, estudantes foram presos e alguns mortos.

A rua não guarda vestígios do acontecimento, o prédio do Mackenzie continua lá, o da USP também. Porém, agora, abriga o Centro Universitário Maria Antônia da USP. Dia e noite pedestres se intercalam em passeios por barzinhos, lojas, restaurantes e até uma passadinha no SESC Consolação, mas muitos não sabem da representação histórica deste lugar.

Assim são as ruas pelas quais passamos tantas vezes na correria do dia a dia, que nem nos damos conta da razão de seus nomes ou fatos históricos. Já se perguntou por que a rua de comércio no Rio de Janeiro se chama Saara? Ou a escolha de Avenida dos Navegantes para uma das principais ruas de Porto Seguro? Porque 10 de dezembro foi a data escolhida para ser uma rua em Londrina? Por que Iracema é uma praia em Fortaleza? Mergulhar nos nomes dos lugares pode ser o aperitivo essencial para um passeio realmente inesquecível e completo.



You May Also Like

0 comentários