Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

Ética, transparência e liberdade de expressão na versão do PSDB e PT

by - 11:06 PM

Às vésperas da definição do projeto ‘ficha limpa’, PSDB e PT afirmam não possuírem candidatos com ‘ficha suja’.

A disputa entre PSDB e PT acontece há tempos. A velha ideia de esquerda versus direita, continua em discussão, mesmo quando se observa que muito destes ideais já foram alterados. Ao analisar os oito anos de atuação do PT na administração do Brasil é possível observar suas várias mutações no decorrer do tempo. Seja por necessidade política ou, por interesses próprios.

Em vinte anos é a primeira eleição que o PSDB não enfrentará Lula. Pode ser motivo de felicidade ou, dúvida, afinal de contas a questão é ‘o que enfrentarão’? Mesmo assim, o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, mostrou tranqüilidade, em debate, essa manhã, no jornal ‘O Estado de São Paulo’. Afirmou, diversas vezes, respeitar a pré-candidata Dilma Rousseff e, que não farão uma campanha agressiva.

Entretanto, a afirmação não foi suficiente para evitar as discretas alfinetas. Enquanto apresentavam suas propostas e desempenhos políticos, tanto Sérgio Guerra, quanto José Eduardo Dutra, presidente do PT, fizeram questão de aproveitar as oportunidades. Dutra
afirmou “a ética passa a ser um alicerce do palanque”, em contrapartida, Guerra comentou sobre informação lançada na internet por Dilma. “Põe no twitter uma coisa, no dia seguinte diz outra”.

Algum espectador atento às questões sobre verdades e inverdades perguntou o porquê do não envolvimento de ambos os partidos no projeto “ficha limpa”. O silêncio no auditório durou até o momento da revelação – ambos não acham necessário, pois, não possuem candidatos com “ficha suja”.

Ainda pensando em direitos humanos, a liberdade de imprensa foi questionada. Guerra com autoridade logo defendeu acreditar nesta liberdade. “Nós queremos que a liberdade de imprensa seja respeitada”.
Dutra finalizou relembrando os tempos da não liberdade. “A democracia brasileira está completamente consolidada”, concluiu.

Entre farpadas educadas, questões éticas e o cuidado em lidar com a imprensa ambos tentaram, mais uma vez, mostrar a seriedade e transparência do mundo político.

You May Also Like

0 comentários