Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

'As flores de plástico não morrem...'

by - 11:59 AM

Tenho um grande respeito por aqueles que cuidam de plantas, flores, e afins. Não é uma atividade fácil e simples, muitas vezes, até triste. A atenção precisa ser mais do que redobrada, água, clima, pouca luz, muita luz. Cada espécie deve ser vista de uma forma, cuidados singulares. Por exemplo, descobri a pouco tempo que a orquídea, junto com outras espécies, precisa sofrer para dar belas flores. Isso porque por achar que vai morrer, ela rapidamente floresce para que suas sementes possam sobreviver. Outras, precisam de o mínimo de água possível, como os cactos.

Sei que não fui muito feliz nessa arte. Meu bonsai morreu cedo. Eu fiquei super triste, gastava tempo com ele, até horas conversando. Mas, decidi que precisava dar a volta por cima. Sempre que penso em cuidados com animais de estimação ou plantas lembro do filme '28 dias', estrelado por Sandra Bullock. Deixo você na curiosidade de saber o porquê, é uma boa lição.

Então, uma planta chegou em casa. Não sei o nome dela. Mas resolvi cuidar, sem ninguém saber. Ela só precisa que a água seja trocada. Está imensa. Muito grande mesmo. A coisa mais linda do mundo. Sua raiz na água brincam e me fascinam.

Uma etapa vencida. Felicidade! Então, pulei para próxima etapa. Cuidar de uma planta que dê flores. A minha flor predileta - margarida. Por alguma razão, gosto daquele miolo amarelo e pétalas brancas. Comecei então minha pesquisa e, vamos ver o que acontecerá. Fiquem na torcida.

Minha Margarida (hoje)

A Margarida é um crisântemo, fica mais feliz em clima frio do que quente, logo, esse mês de janeiro não será dos melhores para ela. Opa! Aí está um dos pontos comuns, eu também fico melhor no frio. Precisarei regá-la de 2 a 3 vezes na semana. Ficar atenta aos galhinhos que morrerem, para retirar, e, manter em lugar iluminado e arejado.

You May Also Like

1 comentários

  1. esse mundo é foda mermo, a gente dá um duro pra cultivar uma plantinha e ela morre, enquanto que na minha casa antiga lá no pelourinho, uma árvore inteira cresceu no banheiro sem que a gente fizesse porra nenhuma...

    ReplyDelete