Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

Número 23

by - 11:02 PM

O comediante Jim Carrey, parece ter decidido explorar os vários tipos de cinema que hollywood tem a oferecer. Após atuações que rumavam a um contexto a qual seu púbico não estava acostumado, como O Show de Truman e Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembrança. Carrey atuou no suspense Número 23 (The Number 23, 2007).


É verdade que a primeiro momento existe certo medo em assistir um filme de suspense com este ator, até porque, mesmo após sua atuação de presença nos dois filmes citados acima, fica complicado imaginar um comediante envolto ao suspense, a ponto de deixar telespectadores com seus olhos vidrados e nervosismo descontrolado.

Número 23 inicia com informações aceleradas relacionadas ao título do mesmo, com a junção de imagem e músicas que causam certa apreensão e necessidade de seu início mais do que imediato. A narração pode desestimular alguns, porém o desenvolvimento do suspense permite que aqueles apaixonados por esse estilo de filme fiquem mais atentos e até comecem a contar no dedo se tudo dá em 23.

Não há tempo para raciocínios rápidos na tentativa de desvendar o final antes de seu acontecimento. O envolvimento permite apenas que se fixe naquilo que está sendo apresentado, e a tentativa da soma do que já foi mostrado, para poder acompanhar, nem que seja em partes, o que o personagem está vivenciando.

O caminhar insano do filme pode confundir e alucinar. E não, definitivamente não há espaço para lembrarmos de Carrey com suas caretas e piadas sonsas. O enredo não é dos mais complexos, entretanto não é razão para assistir em um dia qualquer e, muito menos, de qualquer forma.

É preciso concentração. Sua finalização poderá surpreender alguns além de dar espaço à mensagem de que é preciso cuidado com os maus atos, ou, os pecados cometidos, pois estes possuem conseqüências das quais nem o mais moderno ou longínquo esconderijo conseguirá se manter inatingível. Vale a leitura - Nm. 32.23.

Carrey parece tentar e arriscar, e no meu ponto de vista, talvez seja bem sucedido. Além de deixar o meu aplauso. Raridade, já que atualmente os filmes de suspense e até mesmo terror, tem perdido espaço para os trashes onde sangue e ‘belas mulheres’ são mais explorados do que a tensão de seu telespectador.

Número 23 conseguiu mostrar que o suspense ainda não foi assassinado pela busca constate de records de bilheteria; assim como a Estranha Perfeita - esse deixo para outra reflexão.

You May Also Like

1 comentários

  1. Ainda não vi esse filme, mas tenho muita curiosidade....

    Tenho um amigo que, durante um certo período, ele conseguia associar tudo ao número 23 - totalmente influenciado por esse filme. De certa forma, até que era engraçado ver como ele achava alternativas loucas em tudo para associar ao tal número...

    Hahahahaha! :)

    Foi divertido...

    Mas não sei, tenho um pouco de medo de ver esse filme. Parece, pela capa, ser meio assuatdor. Mas tentarei superar o meu receio e vê-lo.

    O seu texto me deixou mais curiosa do que eu estava!!!

    Beijos ;)

    ReplyDelete