Coisas Da Vida !!!

A vida pode nos deixar de "boca aberta" em momentos e circunstâncias velhas, novas, iguais e diferentes

Para quê existem passarelas?

by - 12:46 PM

Calma! Calma! O título não tem absolutamente nada haver com passarelas de moda, até porque quem sou eu para falar alguma coisa desses palcos de pouca largura e muito comprimento. (olha será que é por isso que os modelos seguem o mesmo padrão, ah deixa quieto).

Estes dias estava fazendo meu caminho habitual, resolvi mudar um pouco para acompanhar a caminhada de um amigo, bem, fui andando, andando, andando até encontrar o próximo semafóro ou faixa de pedestre e atravessar calmamente a JK. Para aqueles que não me conhecem fica o recado: tenho pavor de atravessar fora da faixa.

A caminhada que era para ser curta, durou mais um longo e comprido quarteirão. Já estava perdendo as esperanças, pois meus olhos não avistaram nenhum dos instrumentos necessários para uma travessia segura, quando esbarrei com a placa:

TRAVESSIA DE PEDESTRE

Sim, aquele negócio imenso que vejo da janela do meu escritório, mais parecido com o barco Viking de algum parque do que qualquer outra coisa estava na minha frente. Para atravessar a agitada avenida minha saída era a passarela.


Ok, fazer o que lá vou eu. Entro na primeira rampa, olha a curva! Segunda rampa, outra curva! Terceira rampa, mais uma curva!!! E segue reto, segue reto toda vida. Olha a curva, desce a rampa. Mai uma curva, continua descendo. Outra curva, falta pouco. Curva, calçada.

Opa cheguei do outro lado. Durante o longooooo e durbulento percurso mau cheiro, certa escuridão (mesmo sendo 9 da manhã), vazio assustador, sujeira. Tudo isso porque ao invés de gastarem dinheiro com tinta no asfalto e duas bolas verdes e vermelhas o governo achou mais seguro a passarela.

Sinceramente ainda não entendo qual é a da passarela. Um negócio grande, feio, que polui qualquer visual, mal cuidado, e para piorar dificulta muito a travessia, são tantas curvas que dava para ter atravessado umas duas ou três vezes se fosse pelo chão da própria rua.

Depois dessa aventura até dá para compreender porque tantas pessoas não utilizam dessa passagem dita como segura. Provavelmente quem criou e desenvolveu essas passarelas nunca andou nela de noite, carregando peso, sozinho, ou simplismente andou nela. É RÍDICULO!!!

Tanto dinheiro para isso?!?! Suspeito!!!

Apesar de sua bela vista, a avenida do alto é sempre impressionante (principalmente se for a da passarela do Parque Ibirapuera, essa é bem mais legal), não entro mais de gaiato nesse barco viking!!

Ps1: Só é possível notar a semelhança com o barco da janela do meu escritório.
Ps2: Foto extraída




You May Also Like

1 comentários

  1. Hey, Carol!

    Olha que coincidência: acho que trabalhamos perto... Sempre passo por essa passarela quando estou no ônibus "Ana Rosa" voltando para casa. Legal isso, né?! Devemos ser quase vizinhas de trabalho!

    Saudades de você!

    Beijos
    Iza :)

    ReplyDelete